SOBRE O PROJECTO: UMA INTRODUÇÃO

ARTISAN é um projeto inovador com o objetivo de ter aplicação prática assim que esteja concluído. O projeto tem como objetivo principal desenvolver um programa inovador de empreendedorismo para os membros de empresas familiares dos sectores do artesanato e agroturismo.

O projeto ARTISAN vem preencher uma aparente necessidade das empresas familiares para aumentar o seu potencial empreendedor e as suas capacidades para controlarem e gerirem de forma mais eficaz as suas empresas. Assim, somos muito específicos no nosso foco, visando apoiar a continuação e o crescimento das empresas dos sectores do artesanato e agroturismo (e portanto, a continuação e valorização da

componente cultural que eles possuem) através do aperfeiçoamento das capacidades empreendedoras e do potencial dos membros da família que estão nestas empresas).

DETALHES DO PROJECTO
Quais são os elementos inovadores do projeto ARTISAN?

 

O projeto ARTISAN reconhece a necessidade de se concentrar no desenvolvimento de competências empreendedoras relevantes e na angariação de conhecimento empreendedor essencial. Estas são áreas que foram abordadas por projetos anteriores, especialmente na sub-ação “Alianças do Conhecimento”. No entanto, o foco nas “empresas familiares” e o potencial empreendedor transgeracional das empresas familiares de sectores económico e culturalmente sensíveis, como os sectores do artesanato e agroturismo, fazem deste um projeto altamente inovador.

 

 
Quais são as PRINCIPAIS ATIVIDADES do projeto ARTISAN?
 

Fase A: Revisão de literatura e de programas existentes. Esta revisão envolve o mapeamento do estado atual nas áreas relevantes do projeto em questão.

 

Fase B: Estudo Empírico entre as empresas familiares dos sectores do artesanato e agroturismo.

 

Fase C: Análise dos dados primários: iremos realizar a análise dos dados qualitativos e quantitativos, de seguida, iremos produzir um relatório que irá conter as principais conclusões.

 

Fase D: Plano Metodológico sobre formação empreendedora. Com base na revisão da literatura na fase A e a análise na fase C iremos desenvolver um plano para a operacionalização da implementação do projeto, garantindo que o programa de empreendedorismo do ARTISAN será devidamente desenvolvido.

 

Fase E: Desenvolvimento do material de formação em empreendedorismo. Com base no plano metodológico iremos iniciar o desenvolvimento do programa de formação em empreendedorismo.

 

Fase F: Desenvolvimento da plataforma Web.

 

Fase G: Teste piloto e avaliação.

 

Quais são os RESULTADOS ESPERADOS?
 
  1. Desenvolvimento de um programa de formação muito prático e inovador (online e offline) que irá também incluir um manual, um guia para formadores e um livro de estudos de caso.

  2. Reforço do potencial empreendedor e desenvolvimento de orientações empresariais que possam alcançar gerações no âmbito da empresa familiar.

  3. Através da investigação primária e secundária teremos a oportunidade de identificar obstáculos, dificuldades e problemas que nosso público-alvo tem diariamente.

  4. Os participantes vão ter a oportunidade de colaborar com outros participantes de toda a União Europeia durante o teste piloto através da plataforma Web.

  5. Os membros mais jovens da família vão adquirir conhecimentos e competências em práticas empreendedoras com outras empresas familiares através de atividades de mentoring.

  6. Promover o espírito empreendedor entre os membros das empresas familiares dos sectores do artesanato e agroturismo de todos os países parceiros através da apresentação de casos de sucesso evidenciando as práticas empreendedoras.

  7.  Apoiar e estimular a partilha de conhecimentos e experiências entre as empresas familiares dos 6 países europeus.

Artisan Online

Training Platform